Experiência bem sucedida de Alta Floresta é destaque em...

A execução bem sucedida do Programa Olhos D’Água da Amazônia desenvolvido pela Prefeitura de Alta Floresta foi um dos destaques do seminário promovido pelo...

UFMT busca parceria com município para desenvolver...

Pesquisadores do Campus da UFMT de Sinop estiveram em Alta Floresta no último fim de semana buscando informações para desenvolver um projeto sobre meliponíneos, ou abelhas...

Produtores de 08 municípios visitam Meliponário de Alta...

Criado há mais de quatro anos pelo Projeto Olhos D’Água da Amazônia, com o propósito de implementar a cadeia produtiva do mel no município, o...

     
 

Você está em: HOME • NOTÍCIAS • PRODAM Já ISOLOU E IMPLANTOU SISTEMA DE RECUPERAçãO EM MAIS DE 5 MIL...


PRODAM já isolou e implantou sistema de recuperação em mais de 5 mil hectares


Fonte: Assessoria
Autor: Giselle Oliveira
Publicado em 22/03/2016 as 12h00

A água é fonte de vida, é um bem inerente a toda sociedade independente da atividade desenvolvida e onde moramos, todos nós dependemos dela para viver, em Alta Floresta, cidade ao norte do estado de Mato Grosso com população estimada em (49.991) segundo a estimativa de 2015 do IBGE, a cidade já sofreu com falta de água potável para distribuir para sua população. Este fato ocorreu em 2010, na época a seca atingiu a bacia responsável pela captação e distribuição de água.

Porém, a mudança começou em 2011, através do Projeto Olhos D’ Água da Amazônia com um conjunto de ações para enfrentar a degradação ambiental rural, especialmente nas nascentes e cursos de rios localizados em pequenas propriedades rurais, o munícipio conta com aproximadamente oito mil nascentes, das quais quatro mil se encontravam degradadas, nem todas estavam 100% degradadas, mas com algum nível de degradação ambiental.
Com esse trabalho na primeira fase do projeto foi possível isolar e implantar o sistema de recuperação em 1.738 hectares de área de Preservação Permanentes Degradadas (APPDs). Já nesta segunda fase do Projeto Olhos D’ Água da Amazônia, a meta foi mais ousada onde foram isolados e implantados sistema de recuperação em 3.317 hectares de área. Ao final destes 5 anos de trabalho, foi possível isolar 5.054 hectares, um fato importante e histórico para Alta Floresta.
 
A engenheira agrônoma, Juliana Ferreira da Silva, explica que quando o trabalho iniciou na maioria das propriedades rurais não existia mata ciliar, e após 5 anos do início do projeto estão em processo de consolidação agroflorestal. “É possível notar os resultados alcançados em muitas propriedades que desenvolveram a ação de isolar e recuperar essas áreas. Os produtores entenderam a necessidade de isolar essas áreas e preserva-las”, completa.
 
Os produtores rurais beneficiados receberam lascas, arame, mudas florestais e assistência técnica, além de capacitações, cursos e palestras para orientá-los, durante o processo de recuperação dessas áreas.
 
O coordenador executivo do PRODAM, José Alesando Rodrigues, ressalta que a gestão ambiental desenvolvida em Alta Floresta foi, e é essencial para a manutenção da água que é essencial para a população. “E o projeto oportunizou isso ao município de Alta Floresta, em um momento crítico que foi a falta de água a ser distribuída”, frisa.
Para a secretária de Meio Ambiente de Alta Floresta, Aparecida Sicuto, esse conjunto de ações propiciados através do Projeto Olhos D’ Água da Amazônia é um avanço nessa questão quando se trata auxiliar principalmente os agricultores familiares e garantir a manutenção da água que é essencial para a vida e para as propriedades rurais. “O dia 22 de Março – Dia Mundial da Água, instituído em 1993, busca na verdade a conscientização a respeito da importância da água, que cada cidadão tenha consciência e  não desperdice um bem tão importante como esse, a água”, conclui. 


 
 

 
Prefeitura Municipal de Alta Floresta

Secretaria Municipal de Meio Ambiente
Canteiro Central, s/n - Centro
78.580-000 - Alta Floresta - Mato Grosso
+55 (66) 3512-3125
www.podam.com.br | comunicacao@podam.com.br

 
 

Reprodução do conteúdo deste site é autorizada desde que citada a fonte "Projeto Olhos D'água da Amazônia"

© PODAM 2018 - Desenvolvido por Virthuan Tecnologia em parceria com Quintino Gestão de Projetos.