Experiência bem sucedida de Alta Floresta é destaque em...

A execução bem sucedida do Programa Olhos D’Água da Amazônia desenvolvido pela Prefeitura de Alta Floresta foi um dos destaques do seminário promovido pelo...

UFMT busca parceria com município para desenvolver...

Pesquisadores do Campus da UFMT de Sinop estiveram em Alta Floresta no último fim de semana buscando informações para desenvolver um projeto sobre meliponíneos, ou abelhas...

Produtores de 08 municípios visitam Meliponário de Alta...

Criado há mais de quatro anos pelo Projeto Olhos D’Água da Amazônia, com o propósito de implementar a cadeia produtiva do mel no município, o...

     
 

Voc√™ est√° em: HOME • PROJETO EM A√á√ÉO

BPA - Boas Pr√°ticas Agropecu√°rias


As Boas Práticas Agropecuárias (BPAs) são um conjunto de normas e de procedimentos a serem aplicados pelos produtores rurais, que além de tornar os sistemas de produção mais rentáveis e competitivos, também asseguram a oferta de alimentos seguros, originários de um sistema de produção sustentável.

  

Para que essa técnica seja difundida, entidades como a Embrapa, por exemplo, tem desenvolvido ações de conscientização junto aos produtores e capacitação de agentes multiplicadores em protocolos de controle de qualidade. Basicamente, esses técnicos, especialistas em assistência técnica rural, identificam os pontos que necessitam de melhorias e auxiliam os produtores na correção das não conformidades que foram apontadas, de modo que possa atender os requisitos do chamado Programa de BPA.

 

Ao aplicar esse programa em sua propriedade, o produtor terá a possibilidade de identificar e controlar os diversos fatores, que podem influenciar a produção, contribuindo para o aumento do desfrute do rebanho e na redução das perdas. Essas medidas resultam em um sistema de produção mais eficaz, que por consequência se torna mais competitivo.

 

O Manual de Boas Práticas Agropecuárias consiste na implantação de gestão da propriedade rural, gestão dos recursos humanos, gestão ambiental, instalações rurais, manejo pré-abate, bem-estar animal, melhoria da pastagem, identificação animal, controle sanitário, entre outros.

 

Em Alta Floresta por meio do Projeto Olhos D’ Água da Amazônia foram implantadas 20 Unidades Demonstrativas de Boas Práticas Agropecuárias (BPA) abrangendo 88 hectares de áreas para 20 famílias e 84 hectares de manejo de pastagem para 54 famílias.

 

Equipe técnica:

Alexsandro Capeleti – Médico Veterinário

Darline Trindade Carvalho – Engenheira Agrônoma

 

 



 
 
 
 

 
Prefeitura Municipal de Alta Floresta

Secretaria Municipal de Meio Ambiente
Canteiro Central, s/n - Centro
78.580-000 - Alta Floresta - Mato Grosso
+55 (66) 3512-3125
www.podam.com.br | comunicacao@podam.com.br

 
 

Reprodu√ß√£o do conte√ļdo deste site √© autorizada desde que citada a fonte "Projeto Olhos D'√°gua da Amaz√īnia"

© PODAM 2018 - Desenvolvido por Virthuan Tecnologia em parceria com Quintino Gest√£o de Projetos.